XENOBIÓTICOS: AGENTES TÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO

000.jpg

Os agentes tóxicos na alimentação podem ser chamados pelo nome xenobiótico e sua ação limitada pode variar conforme o grau de substância ingerida, definida como grau de toxicidade.

Resumo: Uma toxidez relacionada aos agrotóxicos.

Os agrotóxicos, os adubos químicos, os medicamentos veterinários, os antibióticos, os aditivos sintéticos e os produtos radiolíticos - são produzidos a partir de uma irradiação de elementos químicos para os compostos de terra e são denominados xenobióticos. (Azevedo, 2006).

Entendendo o sistema orgânico

Entendendo o sistema orgânico

As vantagens de um alimento orgânico são inúmeras: saúde, qualidade, sabor e frescor, segurança alimentar, responsabilidade social, proteção ambiental, além de agradar ao crescente número de consumidores conscientes. Os alimentos orgânicos são caracterizados dentro dos potenciais significados ambientais, sociais e éticos produzidos sem o uso de insumos artificiais tóxicos, resíduos de drogas veterinárias, hormônios, antibióticos e organismos geneticamente modificados.

A produção química prioriza a utilização de técnicas que melhoram o uso de recursos naturais e socioeconômicos - o que faz para uma diversidade biológica e sociocultural - e que uma autossustentação não tem tempo e um espaço, uma maximização de benefícios sociais e a minimização da dependência de energia não -renováveis.

Na produção animal, o manejo deve ser natural das espécies e durante o processamento dos alimentos, é proibido o uso das radiações ionizantes e de aditivos químicos.

A produção é processada pela agricultura familiar, que no passado foi relegada a um papel secundário no processo produtivo e hoje reassume as condições para a produção de uma nova fonte de produção de alimentos, e em um contexto de organização social mais justo e solidário, promova A cultura humana, a cultura local, o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida.

Acredita-se que os alimentos podem apresentar maior valor nutricional, especialmente sem teor de minerais, pois são produzidos a partir de um solo mais rico e equilibrado em nutrientes. (Azevedo, 2006)

Há mais que alguns minerais, verduras e cereais orgânicos e bioinâmicos, mais abundantes, aminoácidos, vitamina C e maiores, além do maior teor de fitoquímicos, material seco, quando comparados aos convencionais.

Pesquisas de Duffane, Piamonte, Sponchiado e Mello demosntraram como batatas, cenouras, maracujás e alfaces que produziram com biodinâmica e os tipos de material plástico e duram mais que os vegetais convencionais. Bibliografia bibliográfica e baixa teoria da água e bacteriana menos proliferativa têm tolerado, maioritariamente por sua razão. (Azevedo, 2006)

Sem dúvida, o sabor eo nutriente é melhor, principalmente aos paladares de pessoas que passaram por processos de destoxificação ou que foram alimentados durante um tempo com orgânicos. O sabor do tomate, por exemplo, é mais ácido e mais adocicado, é mais ou menos adstringente e picante, como as frutas são mais doces e os legumes com textura são mais resistentes. Como os núcleos, além de serem mais vivas, ainda são mais brilhantes.

Entre as espécies mais saudáveis e preservadas como as características nutricionais está uma aplicação de calor úmido, como o vapor eo branqueamento. Dessa forma, a produção de proteínas gastronômicas pode ajudar a obter mais saúde e prazer, uma textura e consistência e brilho e cor natural.

Qualquer dúvida é só nos enviá-la nos comentários. Aguardamos a sua participação!