COMIDA ORGÂNICA TEM SABOR?

001.jpg

Você provavelmente já viu no supermercado ou ouviu falar da comida orgânica, mas talvez ainda não tenha experimentado, certo? Nesse caso, pode ser que você tenha ouvido rumores estranhos sobre esse tipo de comida, como os que dizem que ela tem menos sabor que a produzida de maneira “tradicional”. Se esse boato te espanta toda vez que você faz compras no mercado, não tema: estamos aqui para solucionar esse mistério!

Continue lendo e descubra, de uma vez por todas, que a comida orgânica tem sabor!

A diferença entre o orgânico e o não orgânico

01.png

Para começar, vamos ver se você sabe mesmo a diferença entre a comida orgânica e a que você talvez chame de “normal”. Os alimentos orgânicos são aqueles produzidos sem agrotóxicos, hormônios, fertilizantes químicos e drogas veterinárias, entre outras substâncias artificiais usadas na produção agropecuária não orgânica para dar mais durabilidade, cor e até tamanho à comida.

Isso significa que o alimento orgânico é produzido da forma mais natural possível, como se tivesse sido plantado e colhido por você no seu quintal. Ou seja, na verdade é ele que é “normal” e “tradicional”! Que loucura, não é mesmo?

Por que achamos que os alimentos orgânicos não têm sabor?

1.png

Com o tempo e a popularização das técnicas de cultivo modernas, fomos perdendo o hábito de consumir os alimentos “da roça”, por assim dizer. Quer uma prova? Quando você compra morangos, por exemplo, escolhe os maiores, mais bem-formados e mais vermelhinhos? Na verdade, esses morangos bonitos demais provavelmente passaram por alguns procedimentos químicos para ficar desse jeito.

Os morangos orgânicos, por outro, lado, têm deformações e irregularidades naturais que podem te levar a pensar que são menos saborosos.

O mesmo acontece com outros tipos de frutas, legumes e até carnes: como aqueles produzidos com técnicas não orgânicas são mais vistosos, a tendência é achar que também têm mais sabor.

A verdade sobre o efeito dos produtos químicos no sabor dos alimentos

0001.png

Por mais que o seu cérebro insista para que você escolha os morangos mais rechonchudos e corados, na realidade, os menos redondinhos provavelmente serão muito mais gostosos! E com certeza você já se decepcionou com uma caixa que parecia promissora quando partiu as frutinhas e viu que não estavam tão maduras por dentro.

O que acontece, como você talvez já esteja imaginando, é que os produtos usados pelos grandes produtores para fazer a sua maçã ficar maior e mais vermelha, suas cenouras mais laranjas e seus frangos maiores e mais claros, além garantir que durem mais, na verdade, podem afetar significativamente seu sabor, aroma, forma e textura! Isso porque essas substâncias podem reagir com vitaminas, proteínas e até a água dos alimentos.

Ou seja, no final das contas, a comida que você comia na infância no sítio do seu avô tinha muitas razões para ser mais gostosa!

Cuidados que você deve ter com a comida orgânica

00001.png

É claro que tudo o que é orgânico é mais sensível às condições de armazenagem, afinal, não tem uma gota de agrotóxico ou conservante nesse tipo de alimento! Por outro lado, isso também implica mais cuidado na hora de fazer as compras e guardar a comida na sua casa. O ideal é escolher tudo bem fresco e não demorar muito a consumir.

Isso pode demandar mais idas à feira, mas também significa que você estará colocando ingredientes muito mais frescos na sua cozinha. #DaHortaParaMesa

Por fim, não se esqueça de verificar se o produto é realmente orgânico e aproveite para ir a restaurantes que priorizam esse tipo de alimento, afinal, sair para comer em uma ocasião especial demanda pratos igualmente especiais!

E aí, ficou convencido ou ainda precisa que a gente desvende outros mitos sobre a comida orgânica para você? Fale nos comentários se ainda ficou com alguma dúvida e experimente algum alimento orgânico para nos contar o que achou!