APRENDA A GERMINAR GRÃOS EM CASA

2.jpg

Consumo e alimentação consciente é, sem dúvida, uma das melhores tendências dos últimos tempos. Não que sejam uma novidade, afinal, muita gente adquiriu alguns desses conceitos ainda na infância ou adolescência e dissemina agora ideias inspiradoras. Entre elas, a germinação de grãos. Você já conhece? Daremos dicas para que você aproveite ao máximo tudo o que só um alimento preparado com cuidado é capaz de proporcionar.

Você já deve ter percebido que os orgânicos, lacfree, glutenfree e outros produtinhos dominaram as prateleiras dos mercados. É inquestionável o crescimento do número de pessoas antenadas aos movimentos mais saudáveis e que viabilizam uma melhora considerável na qualidade de vida. Na contramão dos fast-foods, as práticas de germinação de grãos exigem um tempo maior para serem realizadas.Entretanto, acredite, você não vai se arrepender.

Os benefícios dos grãos germinados

Muito mais do que energia, cada refeição que fazemos durante o dia é capaz de fornecer ao nosso corpo muitos nutrientes essenciais e indispensáveis. Para que possamos desfrutar dos melhores momentos das nossas vidas de maneira saudável e sem sustos, no entanto, é importante estar atento para a real absorção desses nutrientes pelo nosso organismo, já que uma simples falha no preparo desses alimentos pode comprometer quase todo o valor nutritivo de alguns itens.

Conhecida também como alimentação viva, o estilo de vida no qual o tempo e o cuidado são dedicados a germinação de grãos é responsável pela melhora na digestão e, sem dúvida, na saúde da nossa pele, cabelos e organismo como um todo, já que fortalece o sistema imunológico e retarda o processo de envelhecimento.

Ao dedicarmos um tempo para a germinação de grãos, consumimos também um alimento rico em proteínas, vitaminas, minerais e fibras, em sua forma mais fácil de ser absorvida.

Quais grãos podem ser germinados?

22.png

Grãos inteiros como arroz, trigo, centeio, aveia e cevada podem ser germinados. Além deles, sementes como a quinoa, linhaça, abóbora, girassol, gergelim, hortaliças e, claro, as leguminosas. Também é cada vez mais comum ouvirmos pessoas relatarem os benefícios da germinação de alimentos como o feijão, ervilha, soja, grão-de-bico e lentilha, por exemplo.

Planejar um prato feito a partir dessas hortaliças significa pensar com antecedência nos ingredientes e colocá-los no momento certo dentro de um recipiente com água. O tempo de germinação de cada grão pode variar de acordo com o ambiente.

Aqui vai um passo a passo simples de como germinar os grãos que contribuirão para um prato mais saudável e cheio de vida:

Passo 1: Coloque até 3 colheres de sopa do grão escolhido dentro de um recipiente de vidro com água filtrada e cubra com um filó preso por elástico. Deixe de molho de um dia para o outro.

Passo 2: Escorra e lave os grãos em água corrente sem retirá-los do recipiente. Retire a água e deixe-os úmidos. Mantenha em uma posição que evite o acúmulo de líquido no fundo do pote. Repita o processo durante a noite.

Passo 3: Repita o mesmo processo por cerca de três dias até ver os grãos germinando.

Após germinação, os alimentos estão livres para serem introduzidos na receita do seu gosto. É possível adicioná-los em saladas, pães, massas, frutas, sopas e muitos outros pratos.

Você já experimentou germinar algum alimento antes do consumo? Se animou para experimentar alguma dessas dicas? Conte nos comentários e siga nosso blog para ficar por dentro das melhores dicas de alimentação saudável.