APRENDA A FAZER UMA CEIA COMPLETA PARA UM NATAL SAUDÁVEL

7.jpg

As pessoas não fazem ideia do perigo de contaminação alimentar a que se expõem junto com seus entes queridos. No livro Escolhas e Impactos – Gastronomia Funcional tenho um capítulo sobre a segurança alimentar com dicas para o Natal saudável. São comuns as doenças alimentares causadas por incompatibilidade com alimentos, micróbios e/ou toxinas, ou por repulsa. A maioria dessas doenças pode ser evitada graças ao que pode denominar “boas práticas de manipulação de alimentos”.

“O que sobrou da ceia de Natal deve ser consumido em, no máximo, 24 horas, mesmo se for guardado na geladeira. Se não comer, jogue fora! Evite excessos de Natal. Faça somente a quantidade necessária para que não falte e nem sobre. Dica de preparação: deixe tudo pré-preparado guardado na geladeira, evitando misturar as proteínas com os carboidratos. Por exemplo, na maionese de batata ou no salpicão, deve-se misturar a maionese na hora que for servir. Deixe os ingredientes separados na geladeira, misturando somente quando for levar à mesa
para servir.”

Mais do que um tendência muito forte, não podemos esquecer dos convidados veganos e com restrições alimentares. Uma sobremesa sem glúten, leite e açúcar cai bem. Sem falar na opção vegana.

Agora, pensando no aspecto nutricional e funcional, sugiro receitas leves e saborosas. Então vamos para mais dicas? Que tal fazer um pão de queijo funcional de mandioquinha com antepastos como caviar de berinjela e ricota de castanhas.

Dicas de como montar sua salada

8.jpg

No lugar de maionese a base de ovos, você pode preparar uma deliciosa maionese vegana de banana verde com água, azeite e ervas. No lugar da clássica maionese de batata porque não substituir a batata inglesa por batata doce e yacon e misturar com maionese vegana? Substitua as passas por crambery ou mirtilo seco. Salada verde com um molho de figo é simples e sofisticada.

Que tal uma salada de quinoa com tomatinhos, pepinos picados e bastante hortelã? Ou uma sugestão quente de quinoa com os mesmos ingredientes de um cuscuz marroquino?

Evite cortar as folhas com faca. A adição de ingredientes como grãos, sementes, castanhas, gersal ou mesmo legumes crus ralados como nabo, palmito, rabanete e broto de feijão é uma opção interessante em termos de sabor, textura e benefícios nutricionais.

Pratos principais para o Natal saudável

88.jpg

Ao invés de assados eu sugiro um prato único como as Jambalayas ou proteínas misturadas com arroz. Que tal uma galinhada? Ou mesmo arroz envolvido em cubos de pirarucu, castanhas de caju, espinafre e tomatinhos cereja? Geralmente as pessoas costumam comer bacalhau, então, sugiro a Jambalaya de bacalhau com brócolis, azeitonas e cebola caramelizada. Ainda nas Jambalayas, você pode optar por uma versão de shitake.

Mas se optar por uma grelhado, use o relish de abacaxi como acompanhamento. Além de refrescante, ele melhora a digestibilidade da carne.

Bebidas e sobremesas para crianças e adultos

8888.png

De bebidas para as crianças sugiro uma sangria sem álcool a base de suco de uva, água com gás e frutas picadas. De sobremesa eu sugiro a Ganache de Cacau do Le Manjue com frutas e bolinhos. E que tal uma mousse de cacau com fruta com abacate e manga?

Veja algumas das receitas que citei e tenha muito mais #SaborESaúde na sua festa de Natal:

• Relish de abacaxi
• Pão de queijo funcional
• Caviar de berinjela
• Ricota de castanhas
• Bolo de cacau sem farinha
• Molho de frutas vermelhas
• Mousse de cacau com fruta
• Jambalaya de bacalhau
• Jambalaya de frango com curry, maçã e castanha-de-cajú
• Jambalaya de shitake com alho-poró

O que você achou das dicas? Quais receitas você mais gostou? Vamos continuar esta conversa nos comentários! Ah, não se esqueça de assinar o blog do Le Manjue para receber artigos como este na sua caixa de entrada.