AÇÚCAR OU ADOÇANTE: QUAL OPTAR?

0.jpg

Você é daqueles que fez um grande esforço e finalmente conseguiu trocar o açúcar por adoçante achando que seria mais saudável? Sinto lhe informar que você fez uma péssima escolha. Aspartame, sacarina, sucralose, entre outros, são adoçantes artificiais que engordam! Além disso, eles alteram a microbiota intestinal causando disbiose, resistência à insulina e intolerância à glicemia, aumentando o risco de desenvolver diabetes tipo 2 Açúcar ou adoçante: saiba qual escolher!

Estudo sobre adoçantes

Em um estudo indivíduos saudáveis que não utilizavam adoçantes foram submetidos a uma dose máxima diária recomendada de sacarina durante uma semana e o resultado mostrou um aumento da glicemia e alteração da microbiota intestinal.

sucralose é o adoçante mais vendido no mundo. Nela há uma decomposição quando aquecida em altas temperaturas (acima de 125⁰C), formando um composto policlorado perigoso. Em alimentos quentes e que contenham gordura forma-se um composto tóxico.

Temos alguns adoçantes naturais como Luo Han Guo, conhecido como melão chinês, esse é 200x mais doce que a sacarose. Mesmo o D- Allulose, o Stéviae o Xilitol é importante o uso com moderação.

Cuidado com o açúcar

000.png

Você deve estar pensando, “já que adoçantes engordam e fazem mal vou usar açúcar refinado”. Cuidado! Pois o açúcar refinado é tão ruim quanto o adoçante. O açúcar vicia, quanto mais você come, mais seu corpo precisa. Quando você ingere algum alimento com açúcar o cérebro libera substancias químicas naturais que dão a sensação de imenso prazer, quando reconhecida essa sensação o cérebro começa a pedir mais e vira um ciclo vicioso, podendo levar a comportamentos compulsivos.

Estudos comprovam que o açúcar é 8x mais viciante que a cocaína, ele estimula a mesma região do cérebro que a droga. Uma refeição rica em açúcar e com alto índice glicêmico pode causar aumento da fome depois da refeição.

O açúcar além de estar associado com a obesidade e diabetes, pode causar alteração do humor, stress, dores de cabeça, esteatose hepática não alcoólica, entre outros sintomas.

Tome cuidado, em milhares de produtos industrializados (refrigerante, suco de caixinha mesmo light, bolachas, chás de caixinha, bolos, pães) têm esses adoçantes e açúcares, por isso é muito importante sempre ler os rótulos. O açúcar pode aparecer com diferentes nomes: açúcar, açúcar invertido, maltodextrina, dextrose, xarope de milho, glicose e frutose. Prefira sempre comida de verdade!

Uma opção é trocar o açúcar refinado por açúcar de coco, demerara ou mel, sendo no máximo 25g por dia. E tanto os açúcares como os adoçantes é importante que aos poucos vá diminuindo as doses, assim o paladar vai se acostumando com o sabor natural do alimento, até conseguir parar de adoçar.

Você perceberá que frutas, legumes e as ocasionais sobremesas minimamente adoçadas irão satisfazer sua vontade por doce. Você já sabia de todos esses malefícios do açúcar e do adoçante? O que achou dessas informações? Deixe seu comentário!