SAIBA A DIFERENÇA ENTRE FRUTAS LIOFILIZADAS E DESIDRATADAS

3.jpg

Hoje em dia, ninguém mais tem dúvida: as frutas são essenciais para uma alimentação saudável. Além de serem fontes riquíssimas de vitaminas e minerais, elas fornecem as fibras necessárias para manter nosso organismo funcionando a pleno vapor. Não há por que deixá-las de fora do cardápio, não é mesmo?

Mas no corre e corre eletrizante do dia a dia, isso nem sempre acontece. A rotina puxada e cansativa por vezes nos faz optar por alimentos mais práticos, mesmo que isso signifique abrir mão da tão desejada saúde.

A salada de frutas fresquinha perde rapidamente espaço para o salgado da padaria. O suco de laranja natural, que levaria alguns minutos para ficar pronto, cede lugar ao industrializado, vindo direto da caixinha, muitas vezes com adição de açúcar e conservantes bizarros.

Se você vive o drama da falta de tempo, as frutas secas podem ser a pedida certa para você! Da clássica uva passa à ameixa, da maçã ao abacaxi, do maracujá ao açaí, a oferta e a variedade são extensas.

Mas é preciso estar atento ao processo de produção: embora tenham aspecto parecido, as frutas secas podem ser feitas de duas maneiras distintas: desidratadas ou liofilizadas. Ficou curioso para descobrir a diferença? Continue a leitura para conhecer as técnicas e vantagens de cada uma delas!

O que são frutas liofilizadas?

03.jpg

Esse nome complicado esconde uma técnica relativamente simples: no processo de liofilização, as frutas passam por uma espécie de secagem a baixa temperatura e pressão. Depois, são congeladas e em seguida inseridas numa câmera fechada. Ali, pouco a pouco, todo o oxigênio é retirado.

O resultado disso é que a água presente nas frutas sublima! Se você se lembra um pouquinho das aulas de física da escola, sabe o que isso significa: ela passa do estado sólido (o de gelo!) para o gasoso. Eis que a fruta fica sequinha, pronta para o consumo!

Além do possibilitar um período de armazenamento mais longo (as frutas não irão se estragar tão facilmente!), essa técnica oferece uma perda nutricional muito pequena. Ou seja, uma maçã recém-colhida do pé terá a mesma quantidade de minerais e vitaminais que sua versão liofilizada! Interessante, não é mesmo?

Mas calma lá! É preciso parcimônia na hora de devorar a guloseima: a concentração de calorias, fibras e açúcares por grama de fruta seca será muito maior que na versão original. Por isso não vale exagerar na dose, heim?

Qual a diferença quando comparamos com as frutas desidratadas?

0000002.png

Essa técnica parece menos misteriosa, não é verdade? A desidratação, tal como a liofilização, também envolve a retirada das moléculas de água das frutas, mas nesse caso o processo é inverso: ao invés do frio, o calor! O alimento é submetido a altas temperaturas até que o ar seco faça evaporar toda a água ali presente. Uma vez crocantes, as frutas já podem ser degustadas!

As vantagens da desidratação, como você pode imaginar, são bem parecidas com as da liofilização: facilidade de armazenamento, prazo de validade mais extenso, praticidade de consumo, não adição de conservantes ou açúcares. Mas há um detalhezinho importante: o calor intenso pode ser capaz de danificar algumas propriedades das frutas, o que gera alterações na cor ou no sabor!

Isso mesmo! Não estranhe se o abacaxi estiver um gostinho um pouco diferente do original. As vitaminais mais sensíveis à temperatura também podem sofrer danos, o que pode reduzir o valor nutricional em alguns casos. Mas não se esqueça: a multiplicação das calorias também acontece na desidratação.

Como consumir essas frutinhas no dia a dia?

00000002.png

E então, que tal incluir as frutas liofilizadas e desidratadas na sua dieta? Ideias não faltam, uma mais gostosa que a outra: dá para utilizá-las como lanche da tarde, como petisco, misturadas a sucos, sobremesas e até no arroz. Use a criatividade! #Sabor&Saude Mas atenção: antes de introduzir as frutas secas à alimentação, é preciso manter uma coisa em vista.

Por mais saborosas nutritivas que sejam, elas não substituem totalmente as frutas in natura, que são fundamentais para a hidratação do organismo, certo?

Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada e venha contar para a gente o resultado! Esperamos por você na próxima!