4 PRATOS COM FILÉ DE DAR ÁGUA NA BOCA!

7.jpg

Que amante da boa gastronomia não aprecia uma carne bem-feita? Se você gosta de se aventurar na cozinha de vez em quando, sabe que para o preparo de um bom filé é preciso “selar” a carne, o que significa fechar toda sua superfície para que seus sucos não sejam perdidos e deixando-a bem macia e suculenta.

Ficou com água na boca? Ótimo! Então prepare as panelas, vista o avental e delicie-se a seguir com 4 pratos com filé pra lá de luxuriosos!

Antes de mais nada: saiba escolher a carne

07.png

Opa, calma lá! Antes de se aventurar nas receitas, não podemos deixar de falar da qualidade das carnes, afinal, não dá para fazer milagres com uma de má procedência. Para fazer bonito com os amigos e familiares, ajudar a preservar o meio ambiente, garantir mais saúde para os convidados e ainda melhores condições de vida dos animais de abate, sugerimos as carnes orgânicas.

De boi, frango, porco, peixe, cordeiro e todas as outras carnes que você pode usar, as orgânicas são produzidas da maneira mais natural possível, isentas de resíduos químicos e ainda com preocupações sócio ambientais.

Bacana, não é? Então agora vamos partir para a cozinha!

Filé mignon com purê de batatas e cogumelos

007.png

Para essa combinação clássica, você só vai precisar temperar o filé com sal e pimenta. Uma boa dica para a selagem é não virar e mexer toda a hora: deixe dourar de um lado e depois vire e doure o outro — só viramos a carne uma vez! Os cogumelos ficam especialmente saborosos quando refogados na mesma panela em que se preparou a carne. Quanto ao purê, se quiser revolucionar —por que não?! —, troque a batata pela mandioquinha, batata doce ou a cenoura, de preferência sempre orgânicos.

Medalhão de filé mignon com espinafre

0007.png

Aqueça a panela no fogo bem alto, coloque um pouco de manteiga e frite o medalhão de filé por entre 5 e 10 minutos de cada lado, sempre de olho para virar uma vez só. A carne ficará dourada por fora e ao ponto por dentro! Para o espinafre, a dica é fritar o alho picado em um pouco de azeite e só depois colocar a cebola — para quem gosta do alho bem douradinho, essa técnica garante que ele chegue nesse ponto sem queimar. Depois é só refogar o espinafre e se deliciar! #ComerÉCelebrarAVida

Filé de frango e salada de folhas ao molho de frutas vermelhas

00007.png

E quem disse que filé precisa ser sempre de carne vermelha? O filé de frango, além de ser um dos grandes amigos da dieta, também pode ser usado para preparar pratos deliciosos. Aqui, se os pedaços de frango forem pequenos, prepare-os na manteiga e no fogo baixo. Assim eles ficam macios e saborosos. A receita da salada de folhas ao molho de frutas vermelhas você encontra neste link. Vai experimentar?

Filé de peixe grelhado ao molho de açaí

000007.png

Depois de passar pelo filé mignon e de frango, nosso tour só poderia terminar nele: o filé de peixe. Essa é a opção mais leve, mas não menos maravilhosa entre os filés, e já que estamos apostando em leveza por que não combiná-lo com essa inusitada frutinha chamada açaí? O segredo para um bom filé de peixe é deixá-lo da noite para o dia marinando para que seu sabor fique mais acentuado.

Depois disso, a selagem é feita na frigideira bem quente começando pelo lado da escama e, como sempre, virando uma vez só — o outro lado pode ficar um pouquinho menos de tempo no fogo. A diferença é que, no caso do peixe, você ainda vai colocá-lo no forno por entre 5 e 15 minutos (dependendo do tipo e espessura).

E aí, qual desses pratos mais te apeteceu? E quais são as suas dicas para acertar no ponto do filé, seja ele de carne de boi, frango ou peixe? Vamos bater
um papo nos comentários!